Leitora Vadia

Resenhas e notícias sobre romances estrangeiros que aquecem o coração e as roupas íntimas


4 Comentários

Resenha: Silver Bastard (Silver Valley #1) de Joanna Wylde

23258847

Silver Bastard (Silver Valley #1) de Joanna Wylde

eBook

Editora: Berkley

Data de Lançamento: 7 de abril de 2015

Idioma: Inglês

Sinopse

Quatorze meses. Por 14 meses, Puck Redhouse estava em uma cela e manteve a boca fechada, protegendo Silver Bastards MC de seus inimigos. Daí ele estava livre, e chegou a hora de sua recompensa – afiliação no clube juntamente com uma festa para comemorar. Foi quando ele viu Becca Jones pela primeira vez e colocou tudo em movimento. Antes da noite terminar, ele violou sua liberdade condicional e roubou-a de tudo o que ela conhecia.

Cinco anos. Foi há cinco anos atrás que Puck destruiu Becca e salvou-a de tudo em uma noite. Ele a aterroriza desde então, mas ela é tem mais medo dos monstros que ele ainda protege-a… Mas Becca se recusa a deixar o medo controlá-la. Ela está vivendo sua vida e seguindo em frente, até que ela recebe um telefonema do passado que ela não consegue ignorar. Ela tem que voltar, e só há um homem que ela pode confiar para ir com ela, o motoqueiro ex-estelionatário que resgatou-a uma vez. Puck vai ajudá-la novamente, mas desta vez será em seus termos. Chega de mentiras, chega de lágrimas, e não mais impedir o que ele realmente quer …

********

Leitores e leitoras,

Silver Bastard é o primeiro livro de uma nova série da autora Joanna Wylde, autora da famosa série de livros Reapers MC.  O livro conta parte da história de Puck Redhouse e Becca Jones, dois jovens que se conhecem e se apaixonam em um ambiente grotesco e violento.

Logo após sair da prisão, onde ficou por quatorze meses, Puck participa de uma celebração organizada por amigos do clube de motocicleta que ele quer se afiliar. Nessa celebração, como recompensa por sua lealdade ao clube, ele torna-se membro do mesmo. Nessa mesma noite, ele também vê Becca, uma jovem garçonete do estabelecimento da celebração. O anfitrião do local, Teeny, oferece Becca para Puck satisfazer suas necessidades sexuais (Puck estava ligeiramente ansioso por esse momento depois de tantos meses sem sexo).

Só apenas no outro dia é que Puck percebe que algumas coisas estão muito erradas naquele lugar: Becca é, na verdade menor de idade e estava sendo obrigada a se prostituir por comando de seu padastro e cafetão Teeny, além de ser vítima frequente de abusos físicos e sexuais. 😮 É, leitores, chocante e assustador!

Após essa descoberta, Puck dá uma baita surra em Teeny e, com a ajuda da mãe de Becca, a “sequestra” daquele lugar. Becca termina indo morar com um simpático casal que a ajuda lidar com seus traumas e conquistar importantes metas como finalizar escola e investir em uma carreira.

Cinco anos depois de recomeço, Becca (agora com 21 anos) reecontra com Puck e antigas e confusas emoções ressurgem. Como gostar de alguém que fez parte de um passado que ela quer esquecer? Como não gostar da pessoa que salvou-a de uma vida miserável? Puck foi bandido e herói na vida de Becca, e lidar com essa contradição é parte da jornada emocional da heroína nesse livro. Adicionalmente, uma enorme atração física contribui para o desenvolvimento de uma paixão avassaladora entre Puck e Becca (e cenas para lá de picantes!!!). 😉

O enredo de Silver Bastard não foi muito original (bad boy + garota sofredora + familiares idiotas e usurpadores), entretanto a introdução do enredo da série Silver Valley pareceu-me fascinante. Ahn? Apesar de Silver Bastard, primeiro livro da série Silver Valley, ser protagonizado por um membro do Silver Bastard MC, a série não será focada no mundo MC (pelo menos é o que parece até agora).  O enredo da série parece ser focado em acontecimentos que afetam o desenvolvimento da região Silver Valley, e como interesses de diversos personagens (our grupos) podem afetar a vida das pessoas nessa região. Então, a série Silver Valley não é uma série de MCs per se, apesar dos Silver Bastard MC e Reapers MC serem grupos importantes para a trajetória da série e dos eventos na região.

Falando em Reapers MC, Silver Bastard apresenta algumas dicas do que está por vim em Reaper’s Fall (a história de Painter e Mel), e é EXCITANTE!! Eu terminei Silver Bastard com um crise de ansiedade estratosférica para ter em mãos o próximo livro da famosa série Reapers MC.

Em conclusão, Joanna Wylde é uma ótima autora, seus livros são sempre bem escritos. Se você, leitor/leitora, é fã de romances contemporâneos com motoqueiros bad boys (e já não leu dezenas desse tipo de enredo), Silver Bastard é definitivamente um boa leitura. O ponto negativo para mim foi não originalidade do enredo. Mas, como citei acima, o enredo da série promete histórias originais e fascinantes, portanto eu espero que os próximos livros sejam mais fascinantes.

Minha nota: C+

*******

Onde encontrar Silver Bastard (Silver Valley #1)? Clique AQUI


Deixe um comentário

Resenha: Bad for you de Abbi Glines

coverbfu

Romance, YA (Young-Adult/ Jovem-Adulto)

ebook, 288 pages

Editora: Simon Pulse

Data de lançamento: 1 de Abril 2014

Sinopse

Vício foi algo que Kritt aceitou como parte de sua natureza a muito tempo atrás.  Ele decidiu abraçá-la e dar um dedo para regras. Mulheres sempre foi a coisa número 1 de sua lista de vícios. Ele não consegue se satisfazer. Ser o vocalista de uma banda de rock faz com que o acesso ao seu vício favorito seja muito fácil.

Estar só é  a única coisa que Blythe Denton entende. A família do pastor de uma cidade pequena que a criou não a aceitou como uma deles. A mulher do ministro sempre garantiu que Blythe entendesse o quanto indigna de amor ela era. Quando Blythe é enviada para outra cidade para iniciar seus estudos unversitários, e finalmente tem a oportunidade de viver sem ser um fardo indesejado para outros, ela esperar ter paz em sua vida. Viver sozinha não é algo que a incomoda. Ela escapa da realidade escrevendo histórias.

Entretanto, o cara tatuado e ridicularmente sexy que promove frequentemente festas no apartamento acima ao dela, está deixando-a louca. Pra começar, ele não a trata como ela esperaria de um cara que tem um mulher diferente a cada dia ao seu lado tratar alguém pouco interessante como ela. Ela não parece com as lindas mulheres que ela vê no apartamento dele, mas por alguma razão estranha ele continua aparecendo em sua porta.

Durante uma festa em seu apartamento, a nova vizinha de Krit aparece na porta com seu longo cabelo castanho em um bagunçado coque e com um óculos caido na ponta de seu pequeno nariz. Ela quer que ele abaixe o volume da música, mas ele a convence ficar.

***

Bad for you (Mau para você, em português) é um romance razoavelmente interessante para quem curte o gênero. Livros classificados como YA (jovem adultos) não são muito minha praia, para falar a verdade. É o sétimo livro da série Sea Breeze que promete muito mais publicações futuras.

Krit and Blythe ocupam pontos opostos na escala de sociabilidade. Ele é popular, mulherengo, festeiro, extremamente sexy e sedutor. Ela é tímida, introvertida, insegura, e com super baixo auto estima. Krit vê Blythe como algo precioso a ser protegido, inclusive de si mesmo. Por isso, apesar de estar super atraído por ela, tenta manter a relação na zona da amizade (claro que do meio pro final do livro ele muda de idéia).  Com um leve toque de erotismo , as cenas íntimas do casal são animadoras 😉

Krit tem sérios problemas psicológicos (ele tem transtorno de personalidade viciante, e Blythe é a sua mais nova obsessão, vício), mas loucamente isso não parece ser um grande problema para Blythe e outros personagens. Coitada, acho que ela não tem idéia no tipo de relação que está se metendo. Ou pior, ela tem noção e mergulha nessa dependência por estar faminta de atênção, e de se sentir especial para alguém. De qualquer forma, o livro não explorar profundamente como esses problemas afetam a relação em médio e mais longo prazo.

Nota: C

e você, o que acha?