Leitora Vadia

Resenhas e notícias sobre romances estrangeiros que aquecem o coração e as roupas íntimas


2 Comentários

Estou de volta!!!

Leitor@s

Estou de volta! Eu sei, eu sei.. estive um longo período afastado das minhas resenhas (mas não das minhas leituras). Perdoem-me por isso. Não tenho uma desculpa que realmente justifique a blogueira desnaturada que fui nos últimos tempos…. mas tive um período bem tumultuado com atividades!

Mas vamos ao que interessa, tenho muito o que falar e atualizar.

Eu li o primeiro livro da nova série “The Bourbon Kings” de J.R. Ward, famosa autora da séria Irmandade da Adagas Negras. EBAAAA!

Uma resenha completa estará disponível aqui em poucos dias, masssssss….. não aguentei a ansiedade e quero compartilhar com vocês minhas primeiras impressões.

É uma leitura interessantíssima…. você reconhece (e se deleita) o estilo de escrita de Ward presente em seus famosos livros, mas de uma forma diferente.

The Bourbon Kings NÃO é um romance sobrenatural (marca registrada da autora), mas sim um romance adulto contemporaneo.

O romance agrega personagens complexos, múltiplos ponto de vistas, e uma trama cheia de intrigas e suspense!!!! ou seja, leitura impossível de deixar de lado.

Para leitoras que curtem leem em inglês, adicione esse livro em sua cesta de compras imediatamente. Infelizmente, ainda nao temos nenhuma previsão de quando essa obra sera traduzida para português.

Sinopse

Por gerações, a família Bradford tem usado o manto de Reis na capital de Bourbon do mundo. A riqueza deles garantem-lhes prestígio e privilégios, bem como uma dura divisão de classe em sua propriedade – Easterly. No topo, uma dinastia que, pela aparência, joga pelas regras de boa sorte e bom gosto. Na base, os funcionários que trabalham incansavelmente para manter a fachada impecável da Família Bradford. E os dois nunca devem se encontrar.

Para Lizzie King, jardineira-chefe de Easterly, ter cruzado essa linha divisória quase arruinou sua vida. Apaixonar-se por Tulane, o filho pródigo da dinastia Bourbon, não era nada que ela planejava ou queria-e a dissolução amarga do seu relacionamento só serviu para provar que seus instintos estavam certos.

Agora, depois de dois anos distante, Tulane está finalmente voltando para casa novamente, e ele está trazendo o passado com ele. Ninguém será deixado de lado: não sua bela e cruel esposa; não seu irmão mais velho, cuja amargura e rancor não conhecem limites; e especialmente não o duro patriarca Bradford, um homem com pouca moral e escrúpulos, e muitos, muitos segredos terríveis.

Enquanto tensões profissionais, familiares e íntimas aumentam, Easterly e todos os seus habitantes são lançados nas dificuldades de uma transformação irrevogável, e só os astutos sobreviverão.

 

 

 


4 Comentários

Resenha: Silver Bastard (Silver Valley #1) de Joanna Wylde

23258847

Silver Bastard (Silver Valley #1) de Joanna Wylde

eBook

Editora: Berkley

Data de Lançamento: 7 de abril de 2015

Idioma: Inglês

Sinopse

Quatorze meses. Por 14 meses, Puck Redhouse estava em uma cela e manteve a boca fechada, protegendo Silver Bastards MC de seus inimigos. Daí ele estava livre, e chegou a hora de sua recompensa – afiliação no clube juntamente com uma festa para comemorar. Foi quando ele viu Becca Jones pela primeira vez e colocou tudo em movimento. Antes da noite terminar, ele violou sua liberdade condicional e roubou-a de tudo o que ela conhecia.

Cinco anos. Foi há cinco anos atrás que Puck destruiu Becca e salvou-a de tudo em uma noite. Ele a aterroriza desde então, mas ela é tem mais medo dos monstros que ele ainda protege-a… Mas Becca se recusa a deixar o medo controlá-la. Ela está vivendo sua vida e seguindo em frente, até que ela recebe um telefonema do passado que ela não consegue ignorar. Ela tem que voltar, e só há um homem que ela pode confiar para ir com ela, o motoqueiro ex-estelionatário que resgatou-a uma vez. Puck vai ajudá-la novamente, mas desta vez será em seus termos. Chega de mentiras, chega de lágrimas, e não mais impedir o que ele realmente quer …

********

Leitores e leitoras,

Silver Bastard é o primeiro livro de uma nova série da autora Joanna Wylde, autora da famosa série de livros Reapers MC.  O livro conta parte da história de Puck Redhouse e Becca Jones, dois jovens que se conhecem e se apaixonam em um ambiente grotesco e violento.

Logo após sair da prisão, onde ficou por quatorze meses, Puck participa de uma celebração organizada por amigos do clube de motocicleta que ele quer se afiliar. Nessa celebração, como recompensa por sua lealdade ao clube, ele torna-se membro do mesmo. Nessa mesma noite, ele também vê Becca, uma jovem garçonete do estabelecimento da celebração. O anfitrião do local, Teeny, oferece Becca para Puck satisfazer suas necessidades sexuais (Puck estava ligeiramente ansioso por esse momento depois de tantos meses sem sexo).

Só apenas no outro dia é que Puck percebe que algumas coisas estão muito erradas naquele lugar: Becca é, na verdade menor de idade e estava sendo obrigada a se prostituir por comando de seu padastro e cafetão Teeny, além de ser vítima frequente de abusos físicos e sexuais. 😮 É, leitores, chocante e assustador!

Após essa descoberta, Puck dá uma baita surra em Teeny e, com a ajuda da mãe de Becca, a “sequestra” daquele lugar. Becca termina indo morar com um simpático casal que a ajuda lidar com seus traumas e conquistar importantes metas como finalizar escola e investir em uma carreira.

Cinco anos depois de recomeço, Becca (agora com 21 anos) reecontra com Puck e antigas e confusas emoções ressurgem. Como gostar de alguém que fez parte de um passado que ela quer esquecer? Como não gostar da pessoa que salvou-a de uma vida miserável? Puck foi bandido e herói na vida de Becca, e lidar com essa contradição é parte da jornada emocional da heroína nesse livro. Adicionalmente, uma enorme atração física contribui para o desenvolvimento de uma paixão avassaladora entre Puck e Becca (e cenas para lá de picantes!!!). 😉

O enredo de Silver Bastard não foi muito original (bad boy + garota sofredora + familiares idiotas e usurpadores), entretanto a introdução do enredo da série Silver Valley pareceu-me fascinante. Ahn? Apesar de Silver Bastard, primeiro livro da série Silver Valley, ser protagonizado por um membro do Silver Bastard MC, a série não será focada no mundo MC (pelo menos é o que parece até agora).  O enredo da série parece ser focado em acontecimentos que afetam o desenvolvimento da região Silver Valley, e como interesses de diversos personagens (our grupos) podem afetar a vida das pessoas nessa região. Então, a série Silver Valley não é uma série de MCs per se, apesar dos Silver Bastard MC e Reapers MC serem grupos importantes para a trajetória da série e dos eventos na região.

Falando em Reapers MC, Silver Bastard apresenta algumas dicas do que está por vim em Reaper’s Fall (a história de Painter e Mel), e é EXCITANTE!! Eu terminei Silver Bastard com um crise de ansiedade estratosférica para ter em mãos o próximo livro da famosa série Reapers MC.

Em conclusão, Joanna Wylde é uma ótima autora, seus livros são sempre bem escritos. Se você, leitor/leitora, é fã de romances contemporâneos com motoqueiros bad boys (e já não leu dezenas desse tipo de enredo), Silver Bastard é definitivamente um boa leitura. O ponto negativo para mim foi não originalidade do enredo. Mas, como citei acima, o enredo da série promete histórias originais e fascinantes, portanto eu espero que os próximos livros sejam mais fascinantes.

Minha nota: C+

*******

Onde encontrar Silver Bastard (Silver Valley #1)? Clique AQUI


Deixe um comentário

Resenha: After Dark (Night Owl #3) de M. Pierce

after dark

After Dark (Night Owl 3) de M. Pierce

ebook, 272 páginas

Editora: St. Martin’s Griffin

Data de Lançamento: 24 de março de 2015

Idioma:Inglês

Sinopse

Matt Sky está tentando voltar para uma vida normal após ter falsificado sua morte e ter voltado a vida. Ele e Hannah voltam a morar juntos, e Matt tenta acalmar seus demônios enquanto luta para fortificar seu relacionamento para algo duradouro e honesto. Mas, cada vez mais que eles se envolvem, e a paixão entre eles se intensifica em todas as formas possíveis, o desejo que Matt tem por Hannah desperta fantasias que estavam adormecidas por um longo, longo tempo …

Hannah finalmente tem a vida que sempre quis: ela está batalhando pela sua carreira de agente literária na Granite Wing, ela está escrevendo o seu primeiro livro, e está morando com seu sexy e apaixonado namorado. Mas quando Matt  e Hannah exploram novas intimidades, Hannah descobre partes de Matt – partes incontroláveis e selvagem – que ele ainda tem que mostrar a ela… que ele ainda tem que mostrar para alguém… Abaixo da superície da vida doméstica e alegre de Matt e Hannah vivem segredos bem enterrados, e de repente, obstáculos imprevisíveis ameaçam quebrar tudo o que eles construíram duramente até agora.

********

Leitor@s,

“Tudo o que é bom dura pouco” , diz famoso ditado popular. Eu, hoje, entendo essa mensagem plenamente. Acabei de ler After Dark, último livro da trilogia Night Owl de M. Pierce.

Isso mesmo, prezados leitores e leitoras! É com um enorme pesar que informo que a história do controverso escritor Matt Sky e da doce agente literária Hannah Catalano chega ao fim em de 24 Março de 2015. 😦 Sniff!! Mas….a trilogia fecha com chave de ouro. Uma história emocionante, onde segredos e fatos inesperados desafiam os relacionamentos dos personagens.

Matt Sky e Hannah Catalano se conhecem em um fórum online de escritores, e se tornam parceiros anônimos na redação de um livro de ficção. O anonimato não dura muito tempo, e quando eles se conhecem pessoalmente, uma paixão avassaladora, sexy e pertubadora é vivida intensamente por ambos.

Veja aqui minha resenha de Night Owl, primeiro livro da trilogia, onde conhecemos ambos personagens.

After Dark inicia exatamente onde Last Light (Night Owl #2) terminou. Hannah pedindo Matt em casamento, e Matt enfretando um de seus mais temíveis pesadelos: falar para uma enorme audiência em um programa de televisão sobre sua vida pessoal! Depois de um momento de desorientação, Matt anuncia para todos na audiência que ele e Hannah irão se casar. Matt honestamente acredita que o pedido de Hannah é na verdade um grande esquema de publicidade para desviar a atenção pública das dificeis explicações sobre sua falsa morte (evento em Last Light).

O problema é que as intenções de Hannah eram totalmente verdadeiras, e a desatenção de Matt em relação a isso causa grandes desconfortos no relacionamento deles. Adicionalmente, desejos e fantasias não muito convencionais de Matt ressurgem com força total, e ele tem dificuldades de lidar com os mesmos.

Os irmãos de Matt, Seth e Nate (yeahhh!!), também estão presente em After Dark com um enredo emocionante e totalmente surpreendente! Eles protagonizam acontecimentos totalmente inesperados que afeta profundamente a trajetória do enredo da série.

Como nos dois livros anteriores, After Dark é a um metaromance, isto é a história dos personagens escrevendo o livro que você tem em suas mãos. O que torna ainda mais intrigante que o desconhecido M. Pierce (autor ou autora da série Night Owl) é o pseudônimo que o personagem Matt Sky usa para escrever seus livros.

Para quem gosta de leitura erótica, After Dark possui cenas para lá de picantes. Matt está mais boca suja do que nunca, e conhecemos um lado dele que deixa Mr. Christian Grey (personagem da famosa série 50 tons de cinzas) para lá de aquém! 🙂

biblioteca

Eu super recomendo a série Night Owl se você está interessado(a) em ler um romance envolvente, intrigante, e sexy.

Minha Nota: A

One encontrar After Dark?

Aqui —–> http://www.amazon.com.br/After-Dark-Night-Owl-Trilogy-ebook/dp/B00JTIOXN4/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1424392317&sr=8-1&keywords=M.+Pierce


Deixe um comentário

Notícias: Nova série das autoras de Irresistível, Christina Lauren.

Leitores e leitoras,

<——–Lembram desse aqui?!estranho_irresistivel (1)

Claro que sim! Como esquecer Bennett Ryan, Max Stella, Will Sumner e suas companheiras Chloe, Sara e Hannah. 😉

Christina Lauren, criadoras dos personagens acima citados, lançaram uma nova série chamada Wild Seasons (ainda sem tradução para o PT).

A série contará com quatro livros. E a história começa com algo assim: três melhores amigos – um francês, um australiano e um canadense – encontram com três melhores amigas em Las Vegas (NV/USA). Álcool, música e paquera a noite toda resulta em ….ressaca e casamento no dia seguinte. Ahnnn? O que? Casamento? Sim sim sim. Todos os três casais casam na noite em que se conhecem, embriagados e sem muitas lembranças do que aconteceu.  Daí…. (err, vou deixar o livro contar para vocês).

Até o momento dois livros já foram publicados Sweet Filthy Boy e Dirty Rowdy Thing. Mais dois estão por vim: Dark Wild Night (Wild Seasons, #3) e Wicked Sexy Liar (Wild Seasons, #4).  Yieeppee!

1877529721411902


2 Comentários

Lançamento: Never Never de Colleen Hoover e Tarryn Fisher

Leitores e Leitoras,

Never NeverDuas grandes autoras de romances contemporâneos, Colleen Hoover e Tarryn Fisher, uniram forças criativas em Never Never, um curto romance que promete forte emoções (de acordo com as resenhas e comentários de terceiros, ainda não li o livro)! Quando o assunto é Colleen Hoover, eu não duvido que fortes emoções estejam a caminho. Lembro que chorei rios em sua trilogia Slammed (Métrica, Pausa e Essa garota)!

Sinopse
Melhores amigos desde que eles começaram andar. Apaixonados desde os quatorze anos.
Totalmente estranhos desde esta manhã
Ele fará de tudo para lembrar. Ela fará de tudo para esquecer.

:-O

Hoje foi o lançamento internacional (em inglês) de Never Never.

Onde encontrar esse livro?
Aqui é uma opção: http://www.amazon.com.br/Never-English-Colleen-Hoover-ebook/dp/B00RZVNDSS/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1420769067&sr=1-1


1 comentário

Resenha: Lead (Stage Dive, #3) de Kylie Scott

jimmyLead (Stage Dive, #3) de Kylie Scott

ebook, Kindle edition, 288 páginas

Editora:  St. Martin’s Griffin

Data de lançamento: 29 de Julho de 2014

Idioma: Inglês

Sinopse (tradução livre)

O vocalista do Stage Dive, Jimmy, está acostumado a ter o que quer, quando quer, seja bebidas ou mulheres. No entanto, após um desastre em sua imagem pública que leva-o à reabilitação, ele encontra-se preso com uma nova assistente contratada pela sua gravadora para mantê-lo longe de problemas.Ele não precisa ou quer uma babá. Especialmente um que se parece com Lena.

Lena não está disposta a aguentar qualquer merda do roqueiro sexy que ela foi contratada para ajudar, e está determinada a manter seu relacionamento completamente profissional, apesar da química escaldante que faísca entre eles cada vez que eles estão na mesma sala. Entretanto, quando Jimmy exagera e Lena vai embora, ele percebe que pode ter perdido a melhor coisa que já lhe aconteceu.

****

Lead, o mais recente lançamento da escritora australiana Kylie Scott, é uma delicía de leitura. uummm… delícia em todos os sentidos figurativos possíveis.  😉

O romance é o terceiro livro da série Stage Dive – que nos conta a história de como os quatro lindos músicos da super famosa banda de rock Stage Dive se apaixonam por garotas comuns (isto é, não celebridades).  A narrativa é contada sob a perspectiva das garotas, e sempre apresenta uma boa dose de humor e sensualidade.

Para quem nunca ouviu falar da série, Lick é o primeiro livro e conta a história de David – o guitarrista da banda – e Ev, uma linda jovem que acorda com uma terrível ressaca depois de uma noite de bebidas e festas em Las Vegas, um anel de casamento enorme no dedo, e um pequeno detalhe: nenhuma memória de ter se casado com guitarrista de uma das bandas de rock de maior sucesso na atualidade.

Play, é o segundo livro da série, e conta a história de amor entre Mal – o baterista da banda, e Anne, uma vendedora de livros. Anne encontra-se com um sério problema financeiro, e após um breve mas memorável encontro com Mal, este oferece-a uma proposta indecente e irrecusável.

Lead, conta a história de Jimmy – vocalista da banda, e Lena, sua recém-contratada assistente pessoal e companheira de sobriedade. Sim, Sim… vocês sabem os rumores que existem sobre esse mundo profissional da música: sexo, drogas e rock n’rol. Jimmy vivia-os plenamente. Até que uma overdose o deixa a beira da morte, e sua única família– a banda Stage Dive– dá um cheque-mate: ou para com o vício ou está fora da banda. Ele então passa por uma reabilitação e é obrigado a contratar um companheiro de sobriedade. O problema é que Jimmy não é uma pessoa fácil de conviver, frequentemente de mau-humor, calado, e um tanto calculista, ele afugenta todos os companheiros de sobriedade designado para ele – até Lena. Uma jovem que não engole sapo, e tem sempre uma resposta pronta para tudo.

Lena é contratada como assistente pessoal e companheira de sobriedade de Jimmy. Sua missão: estar 24 horas com ele, e evitar que ele retorne ao seu vício, entretanto com a especifica condição de que nenhum envolvivmento emocional ou físico com o seu empregador é permitido. 🙂 Vocês já imaginam que esta cláusula será um tanto difícil de cumprir. Morar com um roqueiro lindo é bastante desafiador para a libido de Lena, e com o passar do tempo ela passa a ver Jimmy real, não apenas Jimmy o roqueiro sexy e famoso. O que ela não imaginava é que Jimmy real é apaixonante.

Eu pessoalmente não sabia o que esperar de Jimmy. Ele estava presente em poucas cenas nos livros anteriores, e a maioria que ele apareceu, ele estava entorpecido e sendo encrenqueiro. Mas tenho que confessar que ele foi uma surpresa encantadora. Sim, ele é calado e não possui um humor radiante, mas ele é cuidadoso, atencioso e protetor. É encantador como ele é atento as necessidades de Lena, e super engraçado as discussões entre ambos.

Em Lead, as cenas em que todos os outros personagens interagem são fantásticas. Mal está incrivelmente hilário, e David e Jimmy compartilham lindos momentos como irmãos.

Novamente, Kylie Scott escreveu um livro muito bom para sua categoria. Ela consegue produzir uma boa mistura de humor, romance e erotismo. Se vocês, leitor@s, curtem essa combinação… Lead é um ótimo livro para você.

 

NOTA: B

 

***

Um trechinho de Lead para vocês (em inglês):

“Lena, you seen my old black Led Zep shirt?”

“Nope.”

“You sure?” His brows became one dark cranky line. The scratches on his face were healing well, thank goodness. Though it didn’t reduce my desire to throttle his mother on a daily basis.

“Yes. I haven’t seen it.”

Can’t find it anywhere…”

“And this is a surprise, how?” I slipped my hands into my back jean’s pockets. “Jimmy, you own more clothing than Cher, Brittney, and Elvis, put together. Things are bound to go missing.”

“Sure you haven’t seen it?”

“For goodness sake, what do you think, Jimmy? That I stole it to sleep in or something?” I laughed bitterly. Sure as hell, the truth deserved a good mocking. I’d sunk so despicably low.

I hadn’t even meant to steal the stupid thing, but the shirt had been mixed up with my laundry a few days ago. It’d been the first top I laid my hand on after stepping out of the shower, ready to go to bed. Without thought, I’d put it on and it’d been so soft, the scent of him lingering beneath the laundry detergent. Every night since, I’d found myself in it come bedtime. My shame knew no limits. And no, I still hadn’t quit. The words still hadn’t come even close to leaving my mouth.

He frowned. “No.”

“That I have some deep secret longing to feel close to you resulting in my stealing your shirt like some creepy perv?”

“Course I don’t fucking think that,” he replied crankily, reaching up to grip the top of the doorframe. All of his bulging muscles stretched the arms of his white T-shirt in the nicest way. It was all I could do not to start drooling, my heart beat taking up residence somewhere down between my thighs. And who could blame it? Not me. Maybe if I got laid, this would go away and things would return to normal. It’d seemed safer to avoid rubbing up against any men just in case I got carried away and started dating again. This new situation, however, changed everything.

“Well, of course not! That would be crazy.” And wasn’t that the god’s honest truth? Cray-zeee. Lock me up and throw away the key because it wasn’t like I didn’t know better.

“Just can’t figure out where the hell it could be.”

Angels couldn’t have smiled as innocently. They might have tried, but they would have failed, the dirty-mouthed, winged, little liars. “Jimmy, I don’t know where it is. But I’ll look around for it later, okay?”

“Yeah,” he said, and then added as an afterthought, “and stop looking at me weird.”

“I’m not!”

***

Onde encontrar LEAD?

http://www.amazon.com.br/Lead-Stage-Novel-Kylie-Scott-ebook/dp/B00ILYTJS6/ref=sr_1_4?ie=UTF8&qid=1406246435&sr=8-4&keywords=stage+dive

P.S. Não tem um Kindle? Sem problemas!  Amazon oferece diversos aplicativos Kindle gratuitos. Você pode baixar o Kindle  App no seu smartphone, tablet e/ou  computador . Com o aplicativo Kindle em seu aparelho, você consegue ler ebooks (livros digitais)  da Amazon (formato de arquivo . mobi).


4 Comentários

Resenha: Beautiful Oblivion (Maddox Brothers #1) de Jamie McGuire

BBOlivioneautiful Oblivion de Jamie McGuire

ebook, Kindle edition

Editora: Atria Books

Data de lançamento: 1 de Julho de 2014

 

Sinopse (tradução livre)

Ferozmente independente, Camille “Cami” Camlin, passou pela infância antes mesmo que a mesma tivesse acabado. Ela arrumou um emprego antes de que pudesse dirigir, e se mudou para seu próprio apartamento após seu primeiro ano de faculdade. Agora servindo no bar The Red Door, Cami não tem tempo para mais nada além do trabalho e aulas, até que uma viagem para ver seu namorado é cancelada, deixando-a com um final de semana livre.

Trenton Maddox era o rei da Universidade Estadual do Leste, ele namorava estudantes de graduação antes mesmo de terminar o ensino médio.  Seus amigos queriam ser ele, e as mulheres queriam domá-lo, mas depois de um trágico acidente, seu mundo virou de cabeça para baixo. Trenton deixou a universidade para lidar com uma culpa avassaladora.

Dezoito meses depois, Trenton está vivendo em casa com seu pai viúvo, e trabalha em tempo integral em um estúdio de tatuagem para ajudar com as despesas.  Apenas quando ele acha que sua vida está voltando ao normal, ele percebe Cami sentada sozinha em uma mesa no The Red.

Sendo irmã caçula de quatro irmãos desordeiros, Cami acredita que não terá problema algum em manter sua nova amizade com Trenton Maddox estritamente platônica. Mas quando um menino Maddox se apaixona, ama para sempre – mesmo que ela é a única razão pela qual a sua família já desestruturada poderia desmoronar.

*****

Leitor@s,

A tão esperada série Maddox Brothers (PT: Irmãos Maddox) da escritora Jamie McGuire – autora dos New York Times best-sellers Belo Desastre, Desastre Iminente e Belo Casamento – dá seu ponta pé inicial com Beautiful Oblivion (PT: Belo Oblívio). E que pontapé!!!

Beautiful Oblivion conta-nos a apaixonante história de Trent e Cami, mais precisamente como eles se tornaram namorados. Cami é uma garota de vinte e poucos anos que trabalha duro para se sustentar. Com uma família conturbada, irmãos desordeiros e pai agressivo, ela sai de casa para morar com uma sua melhor amiga, Raegan, na primeira boa oportunidade que teve. Ela trabalha e estuda arduamente para poder pagar as despesas com sua casa e a faculdade, e possui pouco tempo livre para outras atividades. O livro começa quando o namorado de Cami, T.J., cancela um tão esperado e previamente planejado final de semana juntos por causa de um trabalho que apareceu de última hora. T.J. e Cami moram em estados diferentes e lidam com as dificuldades de um namoro a distância.

Desapontada com o cancelamento de sua viagem, Cami decide aproveitar sua rara noite livre com sua melhor amiga no mesmo bar que trabalha. O plano era simples: música, dança e bebidas. O que ela não esperava é que uma disputa boba por uma mesa chamasse a atenção de Trenton Maddox, famoso bad boy da cidade e antigo colega de escola.

O re-encontro inesperado entre Trenton e Cami é o pontapé inicial para uma deliciosa amizade e atração irresistível. Atraçã0 que Cami achava que poderia resistir. Ela tinha um namorado lindo-de-morrer e conhecia bem os jogos de sedução dos irmãos Maddox, especialmente de Trent.

“ Observando-o desde colégio, Eu prometi a mim mesma que nunca seria mais uma em sua cama”

“ Eu era muito esperta. Esperta o suficiente para manter minha distância de Trenton todos esses anos. Eu o vi paquerar, seduzir e evadir desde que eramos crianças. Não há absolutamente qualquer truque que Trenton Maddox pode fazer que eu não esteja preparada”

Pobre Cami, até em tão não tinha ideia de que Trent estava muito determinado a provar que ela merece muito mais que um namorado ausente e distante, que ela merece o suporte, carinho e amor de um relacionamento cotidianamente, e que ele é o candidato ideal para essa tarefa.

“Você tem um garoto bonitinho como namorado? Desapontador!”

“Ele não é um “garoto bonitinho”. Ele é fodão. Apenas em um jeito diferente de que você”

Cami se encontra numa situação difícil, por um lado é duro resistir a sedução de Trenton (demostrando diariamente que ele pode ser o namorado que ela precisa e deseja), por outro lado ela quer se manter fiel a T.J. e ao segredo que ambos guardam.

“Nada mais fazia sentido: por que nós ainda estávamos juntos, por que eu estava passando tanto tempo com Trenton, ou por que eu estava em um quase-relacionamento quando eu tinha alguém por perto que gostava de mim – de quem eu gosto -, apenas esperando por uma luz verde. “

Com um final emocionante e surpreendente, Belo Oblívio deixa os leitores suspirando pela linda história de amor de Trent e Cami, apaixonados pelo amor fraternal dos irmãos Maddox, e ansiosos pelo próximo livro da série (Sim leitores, tem um pequeno suspense final que apenas teremos respostas no próximo livro).

“Tudo o que eu sempre quis foi fazer você sorrir. “

“Eu tive uma vida de coisas erradas. Você é a única coisa que é certa.”

Ai ai Trent! – eu falei que deixa os leitores suspirando, não?! 😉

Belo Oblívio é uma história sobre encontrar um amor que dá certo, encontrar alguém que te entende e que está pronto e disposto a dar o que você precisa, na forma que você mais precisa.

Outra deliciosa característica de Belo Oblívio é que os eventos do livro ocorrem paralelo a Belo Disastre, e temos algumas novas cenas de TRAVIS MADDOX (Yipeee!).  Fãs de Travis vão adorar.

Para seu gênero – romance, jovem, novo-adulto –  Belo Oblívio é uma boa leitura.  É um romance bem escrito, com personagens principais envolventes, e enredo interessante. Eu particularmente achei o enredo inicial motivador mas o final confuso (na verdade, eu tive que ler o último capítulo duas vezes, pois inicialmente achei que pulei alguma parte importante para entender o final da história).

MINHA NOTA: B

 

P.S. Se você gostou dessa resenha e/ou quer saber mais informações sobre Belo Desastre, Maddox Brother, Jamie McGuire e outros romances maravilhosos, não esqueça de curtir esse blog no Facebook para receber notícias fresquinhas. 🙂

P.S. Se você ainda não viu: Minha resenha de Belo Casamento – http://wp.me/p4v4MM-ag