Leitora Vadia

Resenhas e notícias sobre romances estrangeiros que aquecem o coração e as roupas íntimas


1 comentário

Resenha: Lead (Stage Dive, #3) de Kylie Scott

jimmyLead (Stage Dive, #3) de Kylie Scott

ebook, Kindle edition, 288 páginas

Editora:  St. Martin’s Griffin

Data de lançamento: 29 de Julho de 2014

Idioma: Inglês

Sinopse (tradução livre)

O vocalista do Stage Dive, Jimmy, está acostumado a ter o que quer, quando quer, seja bebidas ou mulheres. No entanto, após um desastre em sua imagem pública que leva-o à reabilitação, ele encontra-se preso com uma nova assistente contratada pela sua gravadora para mantê-lo longe de problemas.Ele não precisa ou quer uma babá. Especialmente um que se parece com Lena.

Lena não está disposta a aguentar qualquer merda do roqueiro sexy que ela foi contratada para ajudar, e está determinada a manter seu relacionamento completamente profissional, apesar da química escaldante que faísca entre eles cada vez que eles estão na mesma sala. Entretanto, quando Jimmy exagera e Lena vai embora, ele percebe que pode ter perdido a melhor coisa que já lhe aconteceu.

****

Lead, o mais recente lançamento da escritora australiana Kylie Scott, é uma delicía de leitura. uummm… delícia em todos os sentidos figurativos possíveis.  😉

O romance é o terceiro livro da série Stage Dive – que nos conta a história de como os quatro lindos músicos da super famosa banda de rock Stage Dive se apaixonam por garotas comuns (isto é, não celebridades).  A narrativa é contada sob a perspectiva das garotas, e sempre apresenta uma boa dose de humor e sensualidade.

Para quem nunca ouviu falar da série, Lick é o primeiro livro e conta a história de David – o guitarrista da banda – e Ev, uma linda jovem que acorda com uma terrível ressaca depois de uma noite de bebidas e festas em Las Vegas, um anel de casamento enorme no dedo, e um pequeno detalhe: nenhuma memória de ter se casado com guitarrista de uma das bandas de rock de maior sucesso na atualidade.

Play, é o segundo livro da série, e conta a história de amor entre Mal – o baterista da banda, e Anne, uma vendedora de livros. Anne encontra-se com um sério problema financeiro, e após um breve mas memorável encontro com Mal, este oferece-a uma proposta indecente e irrecusável.

Lead, conta a história de Jimmy – vocalista da banda, e Lena, sua recém-contratada assistente pessoal e companheira de sobriedade. Sim, Sim… vocês sabem os rumores que existem sobre esse mundo profissional da música: sexo, drogas e rock n’rol. Jimmy vivia-os plenamente. Até que uma overdose o deixa a beira da morte, e sua única família– a banda Stage Dive– dá um cheque-mate: ou para com o vício ou está fora da banda. Ele então passa por uma reabilitação e é obrigado a contratar um companheiro de sobriedade. O problema é que Jimmy não é uma pessoa fácil de conviver, frequentemente de mau-humor, calado, e um tanto calculista, ele afugenta todos os companheiros de sobriedade designado para ele – até Lena. Uma jovem que não engole sapo, e tem sempre uma resposta pronta para tudo.

Lena é contratada como assistente pessoal e companheira de sobriedade de Jimmy. Sua missão: estar 24 horas com ele, e evitar que ele retorne ao seu vício, entretanto com a especifica condição de que nenhum envolvivmento emocional ou físico com o seu empregador é permitido. 🙂 Vocês já imaginam que esta cláusula será um tanto difícil de cumprir. Morar com um roqueiro lindo é bastante desafiador para a libido de Lena, e com o passar do tempo ela passa a ver Jimmy real, não apenas Jimmy o roqueiro sexy e famoso. O que ela não imaginava é que Jimmy real é apaixonante.

Eu pessoalmente não sabia o que esperar de Jimmy. Ele estava presente em poucas cenas nos livros anteriores, e a maioria que ele apareceu, ele estava entorpecido e sendo encrenqueiro. Mas tenho que confessar que ele foi uma surpresa encantadora. Sim, ele é calado e não possui um humor radiante, mas ele é cuidadoso, atencioso e protetor. É encantador como ele é atento as necessidades de Lena, e super engraçado as discussões entre ambos.

Em Lead, as cenas em que todos os outros personagens interagem são fantásticas. Mal está incrivelmente hilário, e David e Jimmy compartilham lindos momentos como irmãos.

Novamente, Kylie Scott escreveu um livro muito bom para sua categoria. Ela consegue produzir uma boa mistura de humor, romance e erotismo. Se vocês, leitor@s, curtem essa combinação… Lead é um ótimo livro para você.

 

NOTA: B

 

***

Um trechinho de Lead para vocês (em inglês):

“Lena, you seen my old black Led Zep shirt?”

“Nope.”

“You sure?” His brows became one dark cranky line. The scratches on his face were healing well, thank goodness. Though it didn’t reduce my desire to throttle his mother on a daily basis.

“Yes. I haven’t seen it.”

Can’t find it anywhere…”

“And this is a surprise, how?” I slipped my hands into my back jean’s pockets. “Jimmy, you own more clothing than Cher, Brittney, and Elvis, put together. Things are bound to go missing.”

“Sure you haven’t seen it?”

“For goodness sake, what do you think, Jimmy? That I stole it to sleep in or something?” I laughed bitterly. Sure as hell, the truth deserved a good mocking. I’d sunk so despicably low.

I hadn’t even meant to steal the stupid thing, but the shirt had been mixed up with my laundry a few days ago. It’d been the first top I laid my hand on after stepping out of the shower, ready to go to bed. Without thought, I’d put it on and it’d been so soft, the scent of him lingering beneath the laundry detergent. Every night since, I’d found myself in it come bedtime. My shame knew no limits. And no, I still hadn’t quit. The words still hadn’t come even close to leaving my mouth.

He frowned. “No.”

“That I have some deep secret longing to feel close to you resulting in my stealing your shirt like some creepy perv?”

“Course I don’t fucking think that,” he replied crankily, reaching up to grip the top of the doorframe. All of his bulging muscles stretched the arms of his white T-shirt in the nicest way. It was all I could do not to start drooling, my heart beat taking up residence somewhere down between my thighs. And who could blame it? Not me. Maybe if I got laid, this would go away and things would return to normal. It’d seemed safer to avoid rubbing up against any men just in case I got carried away and started dating again. This new situation, however, changed everything.

“Well, of course not! That would be crazy.” And wasn’t that the god’s honest truth? Cray-zeee. Lock me up and throw away the key because it wasn’t like I didn’t know better.

“Just can’t figure out where the hell it could be.”

Angels couldn’t have smiled as innocently. They might have tried, but they would have failed, the dirty-mouthed, winged, little liars. “Jimmy, I don’t know where it is. But I’ll look around for it later, okay?”

“Yeah,” he said, and then added as an afterthought, “and stop looking at me weird.”

“I’m not!”

***

Onde encontrar LEAD?

http://www.amazon.com.br/Lead-Stage-Novel-Kylie-Scott-ebook/dp/B00ILYTJS6/ref=sr_1_4?ie=UTF8&qid=1406246435&sr=8-4&keywords=stage+dive

P.S. Não tem um Kindle? Sem problemas!  Amazon oferece diversos aplicativos Kindle gratuitos. Você pode baixar o Kindle  App no seu smartphone, tablet e/ou  computador . Com o aplicativo Kindle em seu aparelho, você consegue ler ebooks (livros digitais)  da Amazon (formato de arquivo . mobi).

Anúncios